7 responses to “O espião que nunca o foi

  1. Adorei, adorei…Muito bem escrito, aguçando a critica e com uma pitada de humor, muito bem conseguido.
    Obrigada pelos texto magníficos e inspiradores.
    Um abraço,
    Carla Pais

  2. Escrita fluída e bem delineada. Nem todos sabemos contar histórias como esta! Aguardo por mais uma página, um texto tão apetecível como este.

  3. Nem sei por onde começar, de tão delicioso que foi! Despertas-te uma dualidade em mim… Primeiro, adorava estar presente e apresentar-me ao SPP para de seguida derramar um segundo chá por cima dele… Verde, sim, Chá Verde!!!! Ele pôs foi mal as palavras… Não és espião… mas andas à espia!!! Trocadilhos à parte… Adorei este episódio, que poderia ser um piloto de uma nova “psico-novela”! Love U. Orgulho!!!!!!

  4. Será que o Pacheco Pereira tem um irmão gémeo no Algarve e não sabe, estará já passado por estes dias mas ainda assim é seu irmão… é preciso avisá-lo.
    Uma atenta descoberta do “espião” que veio do Sado.
    Abraço

Deixa o teu comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s