(PORT)IMÃO

( ↓ 18 fotos ↓ )

Diz-se que para bom entendedor meia palavra basta. 18 imagens também. O Verão são três meses bem passados e a cidade é assim o ano todo. Entre altos e baixos, os amortecedores temem os passeios domingueiros e a água já sabe quais as melhores poças por habitar. A gente dessa terra já nem liga aos tropeços, como se o cenário de guerra sugerido pelo asfalto fosse uma dádiva. Pensam que aos menos existem estradas que os levam aos hóteis, perdão, às praias.

Que os levam ao deserto, perdão, ao Algarve.

Como segue:

4 responses to “(PORT)IMÃO

  1. Just wish to say your article is as amazing. The clarity in your submit is just cool and i could think you’re a professional in this subject. Well along with your permission let me to take hold of your RSS feed to stay up to date with imminent post. Thanks a million and please carry on the enjoyable work.

  2. engulo em seco. ontem vi a bela Lagos descomposta. hoje Portimão. sinceramente, o que se anda a fazer por Portugal? tenho imensas saudades e só queria aí estar, e depois coisas assim – e um medo inexplicável do que iria encontrar. e depois digo-me – o facto é que nunca soubemos que onda seguir, ou como a surfar. e aí está.

    • Nina,

      obrigado pelo comentário. Um dia, os que por cá ficam, os jovens empregados e desempregados como eu, os jovens que assistem na rua e no Parlamento à erosão dos criadores de ondas, vão, eventualmente, criar um país em condições para que todos possam voltar e surfar à vontade. Mas todos a surfar com tábuas iguais. Os buracos tapam-se em ano de eleições.

Deixa o teu comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s